Gestão de Pessoas

Conheça os 6 atuais desafios da gestão de pessoas

Escrito por HCM

Trabalhar com pessoas representa sempre um desafio. Saber lidar com as subjetividades dos colaboradores em consonância com os interesses da organização nunca deixará de exigir análise constante e busca por soluções.

É por isso que, de tempos em tempos, os responsáveis pelo Recursos Humanos — RH — das empresas precisam ter atenção especial às mudanças de cada tempo que trazem novos impactos em seu trabalho.

Sendo assim, não deixe de conhecer agora mesmo os 6 atuais desafios da gestão de pessoas. Confira.

1. Formação de líderes

Encontrar líderes capazes de fazer a diferença dentro de uma organização é uma das grandes dificuldades que existem atualmente. Num momento de instabilidade econômica, destinar verdadeiras fortunas para contratar colaboradores diferenciados não parece ser o melhor caminho para as empresas.

Sendo assim, a solução seria formar líderes dentro do próprio quadro de funcionários. Mas como? A capacitação é o caminho para aperfeiçoar habilidades que os líderes precisam ter. Cabe ao RH conduzir esse processo, criando programas de treinamento, desenvolvendo características como:

  • capacidade de administrar conflitos e solucionar problemas;

  • proatividade;

  • visão sistêmica;

  • capacidade de ouvir antes de tomar decisões;

  • flexibilidade.

2. Aliar tecnologia a produtividade

A tecnologia pode e deve ser uma aliada na busca por uma maior produtividade dentro das empresas. Soluções como o email corporativo e intranet, por exemplo, permitem melhorar a comunicação entre a equipe, além de torná-la mais segura, imune a riscos e também elimina ruídos e distorções das informações.

Além disso, o uso de ferramentas como softwares de dados tendem a trazer resultados significativos para as organizações.

Quando o setor de RH passa a investir em soluções como o Business Intelligence, ele tem melhores condições de aprimorar processos e obter ganho de produtividade.

No caso de um sistema ERP, é possível ter benefícios como:

  • auxílio à função estratégica do setor;

  • melhor adequação ao eSocial;

  • integração de dados e informações;

  • auxílio ao processo de tomada de decisões.

De uma maneira geral, cada vez mais a tecnologia apresenta inovações para garantir ganho de produtividade para as empresas. Enxergar o que cada inovação apresenta como diferencial em função de um setor ou atividade em especial, talvez seja o grande desafio nesse sentido.

3. Aliar qualidade de vida e produtividade

Para reter talentos é preciso mais do que somente oferecer bons salários. É necessário também motivar o colaborador do ponto de vista do crescimento profissional, além de oferecer a ele qualidade de vida no trabalho. A capacitação técnica ainda é fundamental, entretanto, cada dia mais novas empresas têm seduzido talentos com propostas que oferecem equilíbrio entre bem-estar e produtividade.

Assim, é preciso pensar em soluções no que diz respeito ao relacionamento interpessoal em ambiente profissional. Sabendo valorizar cada colaborador, a empresa consegue investir melhor na retenção de talentos e, assim, evita o aumento da taxa de turnover.

O grande desafio é compreender que a vida pessoal tem impacto significativo no desempenho profissional e dissociar as duas coisas em nome da produtividade já não funciona mais porque a concorrência vem assimilando a importância da qualidade de vida no trabalho como um diferencial competitivo.

4. Valorizar a inteligência emocional

Da mesma maneira, as organizações precisam valorizar uma característica fundamental dos líderes neste novo tempo: a inteligência emocional. Mas do que se trata? É a capacidade que uma pessoa tem de reconhecer e avaliar os sentimentos próprios e das pessoas ao seu redor, ao mesmo tempo em que consegue lidar adequadamente com eles.

Um desafio atual é saber lidar tanto com o lado racional da mente quanto com o intuitivo. A capacidade de criar um bom ambiente de trabalho visando a produtividade depende de equilíbrio emocional por parte dos envolvidos.

Ter em sua equipe profissionais com essas características faz toda a diferença porque são eles quem conseguem organizar o ambiente interno da empresa de maneira que ela se transforme numa referência em termos de qualidade de vida para os colaboradores.

Saber lidar com a inteligência emocional é um desafio que o mercado atual impõe às empresas, em função das mudanças sociais e estruturais que têm surgido.

5. Fazer um recrutamento mais eficiente

Num cenário como o atual, ou seja, de instabilidade econômica, a contratação de pessoas ganha ainda mais importância. Isso porque, contratações erradas podem levar a perdas em termos de produtividade dentro da empresa e de tempo para a equipe de RH, que terá que refazer todo o processo num intervalo pequeno de tempo. Sendo assim, outro desafio é tornar os processos seletivos mais rigorosos.

Assim, será exigido um maior dinamismo nos recrutamentos, tanto para fazer com que os processos durem menos tempo quanto para que os resultados sejam mais compatíveis com as necessidades da companhia.

É preciso criar um programa de recrutamento eficiente e que seja alinhado aos interesses da empresa. Softwares de análise de perfil para auxiliar na identificação de potenciais, por exemplo, são tendências nesse processo. Eles permitem um mapeamento de perfil dos candidatos de maneira metodológica, o que permite comparar o candidato com o cargo de maneira mais criteriosa.

6. A questão geracional

As empresas precisam se adaptar aos impactos trazidos pela convivência entre gerações distintas. Questões como o alinhamento entre diferentes públicos, são essenciais num momento em que a expectativa de vida tem aumentado.

É preciso ter atenção ao conflito de gerações dentro das empresas. Até mesmo porque ele deixou de ser uma previsão de algo que aconteceria no futuro para se tornar uma realidade no presente. Já estamos vivendo o momento em que as gerações X e Y estão ocupando cargos de chefia, convivendo com profissionais da chamada geração baby boomer e até mesmo atuando em cargos de liderança junto a eles.

O desafio, então, é promover uma convivência sadia entre pessoas de diferentes gerações e garantir que, tanto uma quanto outra, atuem em conformidade com os objetivos da empresa. Assim, é preciso que o departamento de RH conheça as características de seu quadro de colaboradores de maneira a atuar na preservação da convivência saudável no ambiente de trabalho.

E para se focar no que realmente interesse, é de se avaliar a terceirização de alguns serviços. 

A HCM Consulting possui uma equipe altamente capacitada e com experiência de mercado que você pode contar. Conheça agora o nosso serviço de Terceirização da Folha de pagamento  e garanta, também, a entrega dos dados para o eSocial de forma correta.

Ficou alguma dúvida sobre os novos desafios da gestão de pessoas? Deixe sua pergunta nos comentários.

Sobre o autor

HCM

O Grupo HCM presta serviços atualmente em duas linhas de negócios: HCM Consulting e HCM Terceirização.

HCM Consulting: Serviço de consultoria, desenvolvimento, capacitação e desenho de processo no produto Totvs HCM – Linha Datasul. Além disso somos especialistas em eSocial tendo solução própria de Mensageria.

HCM Terceirização: Possuímos uma estrutura robusta para o processamento da folha de pagamento. Atendendo a todos os ERPs do mercado, garantimos o atendimento das obrigações legais e recolhimento dos tributos, incluindo principalmente as exigências do eSocial.

E vamos além, fornecemos uma completa tecnologia de acesso as informações através de ferramentas web que permitem que os gestores vejam os dados de sua equipe, como organograma, programação de férias, gestão do ponto, entre outros. O próprio colaborador tem acesso ao Envelope de Pagamento Digital, Informe de Rendimento, Solicitação de Férias e Banco de Horas.

Deixar comentário.

Share This